Terça Feira, 17 de Janeiro de 2017

Nova Política Hospitalar: Amams participa de reunião com SES-MG para implantação

 

Adotar um modelo de gestão compartilhada para as nove microrregiões de saúde do Norte de Minas, com a implantação de uma nova política hospitalar. Este foi o ponto de partida da audiência realizada em fevereiro deste ano, em Belo Horizonte, na Secretaria de Estado da Saúde (SES-MG), que contou com a participação do secretário de Estado de Saúde, Fausto Pereira dos Santos, o presidente da Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene (AMAMS), César Emílio Lopes Oliveira, prefeito de Capitão Enéas; prefeitos das nove microrregiões norte-mineiras, secretário de Desenvolvimento do Norte e Nordeste de Minas Gerais, Paulo Guedes; o deputado federal, Newton Cardoso Júnior; e a superintendente regional de saúde de Montes Claros, Patrícia Aparecida Afonso Guimarães Mendes.

Caso seja adotado a gestão compartilhada as nove microrregiões de saúde do Norte de Minas passarão a ter, brevemente, um cronograma de ações a serem implementadas a curto e médio prazos visando dotá-las de uma política hospitalar que proporcione assistência à população de forma mais ágil e eficaz. Tais medidas vão propiciar a redução do fluxo de pacientes que, diariamente, se dirigem a Montes Claros para terem acesso a tratamentos de saúde na área de média complexidade, o que tem causado a superlotação dos hospitais.

Durante o encontro os prefeitos apresentaram ao secretário a situação da assistência médica e hospitalar nas nove microrregiões de saúde. O secretário, Paulo Guedes, manifestou apoio às reivindicações dos prefeitos levando em conta as dificuldades que os municípios têm enfrentado no sentido de atender as demandas da população. Já o deputado, Newton Júnior revelou que, com base em solicitações recebidas de algumas prefeituras, já iniciou entendimentos com o Ministério da Saúde objetivando obter, junto ao Governo Federal, apoio ao atendimento de demandas dos 86 municípios que integram as áreas de atuação da Superintendência Regional de Saúde de Montes Claros e as gerências regionais de saúde de Januária e Pirapora.

materia-politica-hospitalar-2

O secretário de Estado de saúde, Fausto Pereira dos Santos reconheceu a necessidade de busca de soluções para a adoção de uma nova política hospitalar para o Norte de Minas, mesmo diante das dificuldades financeiras que o Governo do Estado e as prefeituras têm enfrentado. Por esse motivo, frisou o secretário, a definição de propostas com ações a serem executadas a curto e médio prazos levarão em conta a realidade de cada microrregião, além da adoção de critérios técnicos visando garantir que as medidas a serem tomadas proporcionem a melhoria efetiva do atendimento das demandas da população e a estruturação de uma nova política hospitalar nas microrregiões de saúde.

O presidente da AMAMS, César Emílio Lopes Oliveira, também entende que a realização da audiência entre os prefeitos e o secretário de saúde “foi esclarecedora, pois tanto os municípios como o Estado tiveram a oportunidade de apresentar as dificuldades que tem enfrentado. O secretário reconhece a urgência da necessidade de dotar o Norte de Minas de uma política de saúde que atenda as necessidades da região e, nesse contexto, o encontro serviu para os prefeitos abrir uma porta de diálogo entre o Estado e os municípios”, avalia.

PLANO DE TRABALHO

A superintendente regional de Saúde de Montes Claros, Patrícia Guimarães, e a subsecretária de Políticas e Ações de Saúde da SES-MG, Maria do Carmo, já iniciaram a realização de encontros com representantes das nove microrregiões de saúde do Norte de Minas, com o objetivo de definir as prioridades de ações a serem implementadas.

“A audiência entre os prefeitos e o secretário foi bastante produtiva, pois as duas partes tiveram a oportunidade de estreitar o relacionamento e apresentar as necessidades e dificuldades existentes. Com a definição de um plano de trabalho envolvendo Estado e municípios, teremos condições de colocarmos em prática ações que nunca foram executadas no Norte de Minas, visando dotar as microrregiões de condições para atendimento das necessidades da população”, ressalta a superintendente da SRS de Montes Claros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *