Quarta Feira, 22 de Fevereiro de 2017

Prefeitos cobram repasses de Recursos do Transporte Escolar

transporte escolar (Copy)Diante do atraso no primeiro repasse do Transporte Escolar anunciado pelo Governo de Minas, que deveria ter ocorrido neste mês, os gestores norte-mineiros que estiveram reunidos nesta quinta-feira 28/07, no auditório da Associação dos Municípios da Área Mineira da Sudene (AMAMS), vão entregar um documento cobrando que o repasse seja feito até a sexta-feira 05/08. Se os prefeitos não obtiverem uma resposta positiva, a proposta decidida em assembleia foi de que os serviços de transporte de alunos sejam paralisados.

Ficou acertado ainda, que no dia 10 de agosto uma comitiva de prefeitos da AMAMS e Ammesf, seguirá a Belo Horizonte, para se reunir com os deputados estaduais que são da bancada do Norte, e representantes do Governo do Estado, em busca de uma solução imediata para os repasses do Transporte Escolar e da greve na Unimontes que já ultrapassa os 80 dias.

Inicialmente, os prefeitos estavam decididos a paralisarem os serviços de transporte escolar a partir da próxima segunda-feira 01/08, mas acharam por bem dar um prazo ao Governo para solucionar o problema.

A expectativa é de que nos próximos dias, pelo menos duas das três parcelas anunciadas pelo governo, sejam depositadas nos cofres públicos municipais para que os serviços sejam normalizados.

O presidente da AMAMS, Luiz Rocha Neto, prefeito de São Francisco, disse que a classe precisa continuar mobilizada, em torno desta e de outras situações que afligem os municípios como, por exemplo, em prol da Unimontes, “precisamos levantar a bandeira em defesa da Unimontes o mais urgente possível”. Ressaltou a importância de que todos os prefeitos estejam empenhados na luta municipalista e que os deputados que fazem parte da Bancada do Norte de Minas na Assembleia Legislativa participem mais nesta união de esforços para ajudar a região.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *